Logomarca Mobile YouYes

Notícias

História

Papa Francisco vai liberar acesso a arquivos da Segunda Guerra Mundial em 2020

A medida pretende esclarecer o papel da Igreja Católica durante o pontificado de Pio XII

Pâmela Lima

2019-10-03 20:49:28


Diversas entidades judaicas pediam há décadas o acesso aos arquivos da Santa Sé (Divulgação)

Os documentos datados do pontificado de Pio XII serão colocados à disposição para consulta de historiadores e especialistas a partir do dia 2 de março do ano que vem. O papa Francisco concordou em abrir os arquivos do Vaticano para esclarecer o papel da Igreja Católica durante a Segunda Guerra Mundial.

Os arquivos liberados datam de 1939 a 1958. Pio XII é considerado uma figura controversa para a época. Há quem o acuse de omissão em relação às atrocidades cometidas pelos nazistas, mas muitos defendem que o pontífice agiu com cautela nos bastidores para ajudar os judeus e evitar a ocupação do Vaticano pelas forças de Hitler, o que colocaria ainda mais pessoas sob o domínio alemão.

"Eu tomo esta decisão depois de ouvir a opinião dos meus colaboradores mais próximos, com uma mente calma e confiante, certo de que a pesquisa histórica séria e objetiva pode avaliar a sua luz adequada com momentos críticos próprios de exaltação do papa e, sem dúvida, também momentos de sérias dificuldades, de decisões atormentadas, de prudência humana e cristã", explicou o sumo-pontífice.

Diversas associações e entidades judaicas pediam há décadas o acesso aos arquivos da Santa Sé. O rabino David Rosen, diretor internacional de Assuntos Inter-religiosos do American Jewish Committee (AJC), considerou a atitude do papa muito "importante" para reconhecer "tanto os fracassos quanto os valentes esforços" do "mais terrível dos tempos".

Com informações do G1 e da Gazeta do Povo

Tags

Relacionadas