Agro

Transportes agrícolas por ferrovias batem 25 bilhões de toneladas em 2022

Número é o dobro do que foi registrado em 2010, que ficou pouco acima de 11 bilhões

Jucielle Leal

Há 8 dias


A contagem é da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF) (Foto: Reprodução/Revista Oeste)
A contagem é da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF) (Foto: Reprodução/Revista Oeste)

Agronegócio - Os transportes agrícolas feitos em ferrovias bateram 25 bilhões de toneladas por quilômetro útil (TKU) em 2022. O número é o dobro do que foi registrado em 2010, que ficou pouco acima de 11 bilhões de TKU. A medida adotada é uma relação do volume de carga transportado com o trajeto percorrido.

A contagem é da Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF). De acordo com a instituição, houve o crescimento de 127% nos transportes agrícolas por ferrovias nos últimos 12 anos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Em todo o período, o carro-chefe foi o grão de soja. A participação dele se manteve acima de 50% nos últimos 12 anos, sendo que está superior a 70%, de modo ininterrupto, desde 2017.

Na cadeia de transportes agrícolas por ferrovias também se destacam o farelo de soja, o milho, o açúcar e o trigo. Dados da ANTF mostram que mais da metade das exportações de farelo de soja dependeu do transporte ferroviário em 2022.

Tradicionalmente, as ferrovias tendem a ser mais competitivas do ponto de vista de custo. Quando a gente está falando de transporte de grandes quantidades de carga por distâncias acima de 300 quilômetros, o frete ferroviário vale mais a pena. Então, já existe uma tendência de crescimento. Nos últimos três últimos, especificamente, o modal ferroviário deu um salto”, declarou Fernando Paes, diretor–executivo da ANTF. 

Com informações da “Revista Oeste”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE