Política

Prefeitura do Rio prorroga medidas restritivas até 20 de setembro

A capital fluminense possui é o único com mais de 90% dos leitos de UTI ocupados

Pâmela Lima

Há 9 dias


O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD)  (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD) (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Política - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD) prorrogou as medidas restritivas de enfrentamento à Covid-19 até o dia 20 de setembro. A determinação consta em decreto publicado nesta sexta-feira (10). O texto trata ainda da realização de eventos-teste em locais aberto.

Segundo o documento, as pessoas precisam manifestar concordância em participar do evento-teste, testar negativo nas 48 horas anteriores ao evento e apresentar comprovação de vacinação, como o ConecteSUS. Paes afirmou na última quarta (8) que “é possível fazer qualquer evento, a partir de determinada dimensão, respeitando as análises e protocolos”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O decreto ainda afrouxou algumas medidas, como o distanciamento social. Em academias, piscinas e centros de treinamento, o distanciamento mínimo passou de 4 metros para 1 metro. A lotação máxima em lojas, serviços, cinemas, pontos turísticos, parques e museus em até 60%.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) revelou nesta semana que a ocupação de leitos de UTI destinados a pacientes adultos infectados pelo novo coronavírus no Rio de Janeiro continua em alerta crítico, com 94% de ocupação. O estado é o epicentro da expansão da variante Delta. Desde o início da pandemia, o estado registrou 1.158.164 casos e 63.545 mortos pela Covid-19.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Curtir
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE