PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Notícias

Sem Acordo

Pfizer rejeita condições do governo para aquisição da vacina contra a Covid-19

A empresa reforçou que as cláusulas são exigidas por outros laboratórios e seguem um padrão internacional

Pâmela Lima

22/02/2021 18h00


A Pfizer rejeitou nesta segunda-feira (22) os termos do acordo proposto pelo Ministério da Saúde para a aquisição do imunizante da empresa contra a covid-19. Representantes do laboratório americano participaram de uma reunião on-line com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Segundo “O Globo”, a farmacêutica exige que o governo brasileiro se responsabilize por demandas judiciais decorrentes de efeitos colaterais do imunizante, que eventual litígio seja resolvido em uma Câmara Arbitral de Nova York e pede que o governo renuncie à soberania de seus ativos no exterior como garantia de pagamento, além de criar um fundo garantidor com valores depositados em uma conta no exterior.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A empresa reforçou que as mesmas cláusulas são exigidas por outros laboratórios e seguem um padrão internacional. O Brasil, a Venezuela e a Argentina são os únicos países da América Latina que recusaram o acordo. Ao todo, 69 países aceitaram a proposta da farmacêutica americana e estão usando o imunizante na população. Pacheco pretende conversar com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para tentar resolver o impasse.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

Relacionadas


PUBLICIDADE