Educação

Número de crianças que não sabem ler nem escrever chega a 34% na pandemia

Percentual é referente aos alunos matriculados no 2º ano do ensino fundamental de escolas públicas e privadas

Pâmela Lima

Há 10 dias


(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Levantamento - O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta sexta-feira (16) que o percentual de crianças do 2º ano do ensino fundamental que ainda não sabem ler e escrever passou de 15% para 34% entre 2019 e 2021. Os dados são do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

A Política Nacional de Alfabetização prevê que alunos do 1º ano do ensino fundamental, de 6 anos, devem ser capazes de ler e escrever. Com relação à matemática, 2 de cada 10 alunos não sabem somar e subtrair. No ano passado, 22% das crianças do 2º ano do ensino fundamental não conseguiam fazer operações básicas, como soma e subtração. Antes da pandemia, o percentual era de 16%.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Segundo o Inep, 71,3% dos alunos-alvo fizeram a prova em 2021 ante 80,99% em 2019. O Saeb é realizado desde 1990 com o objetivo de fornecer subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas educacionais. As provas foram aplicadas no período de 8 de novembro a 10 de dezembro, em mais de 72 mil escolas públicas e privadas em todos os estados e no Distrito Federal. Segundo o Inep, cerca de 5,3 milhões de estudantes foram avaliados.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE