Notícias

Boletim

Ministério da Saúde justifica mudança na divulgação dos dados da covid-19

A pasta atualizava os boletins entre 17h e 18h e alterou o horário de divulgação para as 22h

Pâmela Lima

2020-06-08 21:18:05


Com a mudança, o governo espera fornecer informações mais precisas para a sociedade (Divulgação)

O horário de divulgação do boletim epidemiológico sobre a pandemia da covid-19 sofreu uma alteração desde a última quinta-feira (4). Ate então, o Ministério da Saúde repassava os dados entre 17 e 18 horas. Nos últimos cinco dias, a pasta atualizou as informações por volta das 22 horas.

A mudança gerou críticas por parte setores da imprensa e os principais jornais do país montaram um consórcio para recolher os dados referentes à pandemia. O grupo é composto pelo “O Estado de S. Paulo”, “Folha de S.Paulo”, “O Globo”, “Extra”, “G1” e “UOL”. Os profissionais dos seis veículos irão tabelar as informações dos 26 Estados e do Distrito Federal até as 20 horas.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, e o diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis, Eduardo Macário, alegaram que a divulgação anterior provocava distorções nos cenários regionais, estaduais e municipais. “O dado acumulado pode indicar uma grande quantidade de casos em localidades que já estão em outra fase da curva epidemiológica”, informou. Além disso, as secretarias estaduais finalizam os boletins no final da tarde, o que coincidia com a divulgação do boletim pelo Ministério da Saúde. Com a mudança, o governo espera fornecer informações mais precisas para a sociedade.

Com informações de O Estado de Minas e do G1

Tags

Relacionadas