Notícias

PT

Justiça solta Lula após decisão do Supremo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ficou um ano e sete meses preso na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba

Pâmela Lima

2019-11-08 20:47:40


Lula atacou o presidente Jair Bolsonaro em discurso (Rodolfo Buhrer/Reuters)

Menos de um dia após o Supremo Tribunal Federal (STF) permitir que condenados em segunda instância recorram em liberdade, a Justiça acatou nesta sexta-feira (8) o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e soltou o petista. Lula ficou preso durante um ano e sete meses na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A decisão do Supremo deve beneficiar ainda outros 14 condenados na Operação Lava Jato, como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu; o irmão dele, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, e o empresário Léo Pinheiro, da OEA.

O ex-presidente deixou a sede da PF no final da tarde e foi recebido por militantes do Partido dos Trabalhadores e líderes sindicais. Lula discursou diante dos presentes e disparou críticas contra a Justiça, o Ministério Público, a Polícia Federal e a Receita Federal. Ele ainda atacou o procurador Deltan Dallagnol e ministro da Justiça, Sérgio Moro. "Eu saio daqui, quero que vocês saibam, que saio com o maior sentimento de agradecimento que um ser humano pode ter pelo outro. É o que tenho por vocês. Não tenho mágoa dos policiais federais, dos carcereiros, de ninguém", declarou o petista.

Lula também alfinetou o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) ao declarar que tem "vontade de provar que este país pode ser muito melhor na hora em que tiver um governo que não minta tanto quanto o Bolsonaro pelo Twitter".

Com informações do G1

Tags

Relacionadas