PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Notícias

Volta às Aulas

Justiça determina suspensão das aulas presenciais no Rio de Janeiro

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, tinha autorizado a reabertura de 419 escolas a partir de terça-feira (6)

Pâmela Lima

05/04/2021 08h15


O prefeito carioca anunciou o retorno às aulas na última quinta-feira (31) (FotosPúblicas)
O prefeito carioca anunciou o retorno às aulas na última quinta-feira (31) (FotosPúblicas)

O juiz do plantão do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), Roberto Câmara Lace Brandão, concedeu na noite deste domingo (4) uma liminar que suspende o retorno às aulas previsto para terça-feira (6) na rede municipal do Rio de Janeiro. O prefeito Eduardo Paes autorizou a reabertura de 419 escolas da cidade.

A precipitação da volta às aulas presenciais, nesse contexto, enseja um aumento desarrazoado da elevação do risco de contágio, tanto no que tange aos alunos e seus familiares, como também no que diz respeito a classe dos professores e demais profissionais envolvidos na atividade de ensino”, justificou o juiz na decisão. Além da suspensão, o magistrado estabeleceu multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A decisão acatou um pedido das bancadas municipal e estadual do PT e do PSOL e do Sindicato Estadual dos Professores de Educação do Rio de Janeiro (Sepe). Os parlamentares alegam que a cidade passa pelo pior momento da pandemia do novo coronavírus e que a “vacinação ainda não atingiu índices de imunização seguros”.

O prefeito carioca anunciou o retorno às aulas na última quinta-feira (31). “Nós defendemos a tese que o primeiro a abrir vai ser a escola e o último a fechar vai ser a escola”, disse Paes na semana passada. A partir desta segunda-feira (5), a área administrativa das escolas poderia voltar a funcionar.

Com informações da CNN Brasil

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Curtir
Tags

Relacionadas


PUBLICIDADE