Economia

Guedes diz que dólar está alto por causa do 'barulho político'

Segundo cálculo do ministro da Economia, câmbio deveria estar entre R$ 3,80 e R$ 4,20

Pâmela Lima

Há 5 dias


O ministro pediu uma saída jurídica ou legislativa para a questão dos precatórios (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O ministro pediu uma saída jurídica ou legislativa para a questão dos precatórios (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Economia - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira (14) que o barulho político contribuiu para manter o dólar em alta. Guedes calcula que a cotação da moeda americana deveria entre R$ 3,80 e R$ 4,20 “se tivesse tudo normal”. O dólar encerrou a sessão de hoje a R$ 5,25, um aumento de 0,65%.

Esse dólar já era para estar descendo, mas o barulho político não deixa. Não tem problema, [dá] mais tempo para as exportações, para nossa substituição de importações ir funcionando. Não tem problema, não temos pressa, o negócio é fazer a coisa certa, o tempo todo”, afirmou o ministro em evento promovido pelo banco BTG Pactual.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O ministro pediu uma saída jurídica ou legislativa para a questão dos precatórios (dívidas da União que não cabem mais recursos). Em 2022, os precatórios deverão ficar em R$ 89,1 bilhões. Guedes tenta aprovar o parcelamento do montante por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

A nossa sugestão, que está em uma PEC, é criar uma atmosfera que qualquer meteoro que venha daqui para frente bata e vire uma chuva de meteoritos. Toda luta é para dar visibilidade e exequibilidade”, afirmou o ministro. Segundo ele, a dívida inviabiliza o planejamento orçamentário e o crescimento da mensalidade do Bolsa Família para R$ 300.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Curtir
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE