Notícias

Leilão

Governo promete leilão de 100 ativos até fim do ano

Devem entrar no certame as rodovias BR-116/101 e BR-163, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste e 22 aeroportos

Pâmela Lima

2020-07-28 17:47:09


Freitas destacou que o país conta com 'o maior programa de concessão do mundo' (Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta terça-feira (28) que o governo promoverá mais de 100 leilões de ativos até o final do ano. Entre os projetos que serão oferecidos à iniciativa privada, estão: as rodovias BR-116/101 (a Nova Dutra, que liga o Rio de Janeiro a São Paulo) e a BR-163, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste e 22 aeroportos.

Segundo o ministro, o país sinaliza aos investidores que está comprometido com o crescimento econômica sustentável.  “Se colocarmos em um gráfico países de dimensão continental, acima de 5 milhões de quilômetros quadrados, com uma população gigantesca, acima de 200 milhões de habitantes, portanto, com grande mercado consumidor, e PIB [Produto Interno Bruto] acima de US$ 1 trilhão, veremos que, na intersecção desse diagrama, teremos apenas três países: Brasil, China e Estados Unidos”, disse Freitas durante evento promovido pela Apex-Brasil. “Isso, por si só, já chama a atenção dos investidores estrangeiros."

Freitas destacou que o país conta com “o maior programa de concessão do mundo” e que a iniciativa deve trazer uma “avalanche de dinheiro privado à nossa economia”. Segundo o ministro, o país possui um histórico de respeito a contratos e alterou a estratégia adotada nos leilões para a “outorga variável”, o que estimula a adesão dos investidores. “Vamos abater, do valor da outorga variável, a perda com eventual desvalorização de câmbio, ou acrescentar o ganho com eventual valorização. Vamos trabalhando com débitos e créditos numa conta gráfica até o final do período do financiamento, deixando um período de calda para o acerto de contas”, explicou.

Com informações da Agência Brasil

Tags

Relacionadas