PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Notícias

Pandemia

Exportação de cachaça tem queda de 23,9% em 2020

A demanda pela bebida diminuiu com o fechamento de bares e a paralisação de eventos pelo mundo no ano passado

Pâmela Lima

28/01/2021 20h20


O Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac) registrou recuo de 23,9% nas exportações de cachaça em 2020. A queda é reflexo das dificuldades econômicas impostas pela pandemia do novo coronavírus, como o fechamento de bares e paralisação dos eventos. Isso reduziu a demanda por bebidas alcóolicas.

Conforme dados do instituto, o país comercializou 5,57 milhões de litros de cachaça, contra 7,33 milhões de litros exportados em 2019. Isso representa um faturamento de US$ 9,5 milhões, 34,8% a menos do que os US$ 14,6 milhões obtidos no ano anterior. Em contrapartida, países como França, Alemanha e Bélgica aumentaram a procura por cachaça brasileira.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A exportação para a França subiu 24,53%; para a Alemanha, 2,74%,e  para a Bélgica, 48,43%. Além dos três países europeus, houve aumento na demanda por cachaça no Paraguai (26,12%), Estados Unidos (12,47%), Portugal (4,55%) e Itália (5,37%).

O Ibrac e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) pretendem investir R$ 3,4 milhões no segmento até 2022. O projeto recebeu o nome de “Cachaça: Taste the New, Taste Brasil” e vai beneficiar mais de 50 empresas, entre micro, pequenas, médias e grandes, por meio de ações de promoção do produto no mercado internacional.

Com informações do G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

Relacionadas


PUBLICIDADE