Gospel

EUA: Bíblia de 180 anos resiste a incêndio em igreja do Mississipi

Edifício da Igreja Presbiteriana College Hill ficou devastado após o incêndio

Jucielle Leal

Há 13 dias


A Bíblia ficou intacta (Foto: Reprodução/Revista Comunhão)
A Bíblia ficou intacta (Foto: Reprodução/Revista Comunhão)

Gospel - Uma Bíblia de 180 anos ficou intacta após um incêndio que destruiu completamente a Igreja Presbiteriana College Hill, em Oxford, Mississipi, Estados Unidos. O edifício histórico do santuário, construído em 1844, ficou devastado após o incêndio, assim como os bancos originais, púlpitos e vitrais foram completamente destruídos.

Entretanto, a Bíblia histórica, que remonta à fundação da igreja, com inscrições datadas nas margens do livro e contando toda a história da igreja, sobreviveu ao incêndio. Apesar de geralmente aberto no púlpito, alguém fechou o livro sagrado poucas horas antes do incêndio e o protegeu da destruição. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Doug Paul, ancião da igreja, disse que o acontecimento enviou uma mensagem profunda para a congregação. “Somos uma igreja crente na Bíblia, e acreditamos que essa é a palavra de Deus, e que é sustentável. E assim a ideia de que essencialmente nada nesta igreja sobreviveu a não ser a palavra de Deus – que não está perdida em nós”, disse ele.

A Igreja Presbiteriana College Hill publicou uma mensagem com líderes lamentando a perda, mas mantendo seu foco na bondade de Deus. Eles afirmam que enquanto sua perda é significativa por ser uma igreja histórica, ela também é um corpo de crentes, não apenas um edifício.

Enquanto estamos devastados pela perda, continuaremos a nos reunir e nos unir com grande esperança e alegria como uma congregação para adorar o Senhor que tem fielmente pastoreado e amado esta igreja por tanto tempo”, afirmou.

Atualmente a igreja está utilizando seu prédio de educação que não foi prejudicado pelo fogo, para cultuar. Enquanto isso, a causa do incidente está sendo investigada.

Com informações da revista “Comunhão”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE