Curiosidades

Empresa vai investir US$ 15 milhões para reproduzir mamute extinto há 10 mil anos

A empresa de biociência e genética vai adaptar o DNA do mamute usando parte do genoma do elefante asiático

Pâmela Lima

Há 6 dias


Se a manipulação do material genético der certo, os embriões serão implantados para uma barriga de aluguel ou um útero artificial (Foto: rpongsaj/Wikimedia Commons)
Se a manipulação do material genético der certo, os embriões serão implantados para uma barriga de aluguel ou um útero artificial (Foto: rpongsaj/Wikimedia Commons)

Bizarro - A empresa americana Colossal, especializada em biociência e genética, comunicou nesta segunda-feira (13) que irá financiar um projeto para recriar um mamote-lanoso, animal extinto há cerca de 10 mil anos. Para isso, eles vão destinar 15 milhões de dólares (cerca de 78 milhões de reais) para bancar os custos da iniciativa.

Pesquisadores da empresa pretendem usar parte do genoma dos elefantes asiáticos para reproduzir o DNA do mamute. O animal viveu durante a Idade do Gelo, se alimentava de plantas e habitava as áreas mais congelantes do planeta. "Embora o mamute-lanoso não esteja vivo andando pela tundra, o código genético do animal está quase 100% vivo nos elefantes asiáticos de hoje. Precisamente, os dois mamíferos compartilham uma composição de DNA 99,6% semelhante", defendem o grupo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A equipe pretende criar embriões a partir de células retiradas da pele de elefantes asiáticos e transformá-las em células-tronco, que carregam o DNA dos mamutes. "Graças ao seu habitat no permafrost, tundra e regiões congeladas de estepe, muitos mamutes que morreram nunca se deterioraram completamente - em vez disso, permaneceram selados no gelo para serem descobertos posteriormente. Assim, as amostras de tecido coletadas contêm DNA intacto, comida não digerida nos estômagos dos mamutes, pelos, presas e muito mais", afirmam os pesquisadores.

Se a manipulação do material genético der certo, os embriões serão implantados para uma barriga de aluguel ou um útero artificial para dar início à gestação.

Com informações do G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Curtir
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE