PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Notícias

Pandemia

Cerca de metade dos beneficiários do Auxílio Emergencial terão direito ao pagamento

A tendência é que sejam pagas de três a quatro parcelas de R$ 250 a partir de março.

Pâmela Lima

16/02/2021 19h00


O Governo Federal filtrou os dados dos beneficiários do programa Auxílio Emergencial e identificou 33 milhões de brasileiros aptos a receber o benefício. Para chegar ao número de beneficiários informado nesta terça-feira (16), o governo usou 11 bases de dados, incluindo Caged, INSS, MEI, CNIS e CPF.

Atualmente, a única incerteza é com relação ao valor do benefício. O Congresso e o Planalto ainda estão em negociação, mas a tendência é que sejam pagas de três a quatro parcelas de R$ 250 a partir de março. “Se após esses meses a vacinação não tiver avançado e a doença persistir a nossa geração terá que usar justamente o protocolo de crise. Não vai faltar dinheiro para a saúde, mas teremos que cortar outros gastos e mostrar que somos sérios e responsáveis”, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Em 2020, o governo pagou parcelas de R$ 600 e R$300 aos beneficiários. Mães responsáveis pela família chegaram a receber de R$ 1,2 mil por mês. Cerca de 65 milhões de pessoas tiveram acesso aos recursos do programa somente em abril de 2020. O programa custou quase R$ 300 bilhões e elevou a dívida pública drasticamente.

Temos que ter responsabilidade com as futuras gerações e mostrar que não somos oportunistas e covardes. Se a doença voltou colocaremos uma camada de proteção temporária, mas dentro de um protocolo que caso a doença permaneça as contrapartidas estarão estabelecidas e assim não corremos risco de descontrole fiscal completo”, continuou o ministro.

Com informações do G1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

Relacionadas


PUBLICIDADE