Notícias

Desempenho

Brasil vendeu por antecipação 35% da safra de milho 2020/2021

O produto será entregue entre julho e setembro de 2021

Hellen Del Esposti

2020-07-22 23:16:57


A China, que é um dos maiores mercados consumidores do país, vai receber a maior parte da safra futura do grão (Pixabay)

A comercialização antecipada do milho safrinha chegou a 35% da produção brasileira. O número indica uma demanda acima do padrão histórico, que geralmente fica em torno 10% nesta época do ano. O produto será entregue entre julho e setembro de 2021.

Os valores variam de R$ 30 a R$ 34 reais em algumas regiões do Mato Grosso e chegam a R$ 42 no Paraná, mas para entrega em agosto do ano que vem. A China, que é um dos maiores mercados consumidores do país, vai receber a maior parte da safra futura do grão. O bom desempenho das vendas antecipadas de milho é resultado, em parte, do dólar alto, que aumentou a competitividade do produto brasileiro para exportação.

Segundo dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), cerca de 40% do milho safrinha que será produzido no próximo ano já está negociado no estado. “É um fato relativamente inédito, e indica pontos interessantes como a demanda interna aquecida, tanto pela indústria animal e de etanol de milho, mas até mesmo quando consideramos os níveis de exportação para o próximo ano, vemos índices atrativos”, avaliou Victor Ikeda, analista de grãos do Rabobank.

Com informações do Canal Rural

Tags

Relacionadas