Política

Bolsonaro sanciona lei que destina 9,4 bilhões para Auxílio Brasil

O valor era parte do orçamento do programa Bolsa Família

Pâmela Lima

Há 75 dias


O presidente Jair Bolsonaro (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Economia - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou nesta sexta-feira (12) a lei que autoriza o uso dos R$ 9,4 bilhões do orçamento da Seguridade Social para o pagamento do Auxílio Brasil. O novo programa social do governo substitui o Bolsa Família, lançado em 2003.

O Congresso Nacional aprovou a lei nessa quinta-feira (11). Com isso, o benefício começará a ser pago no próximo dia 17 para 17 milhões de famílias. Segundo o Ministério da Cidadania, o novo benefício terá um acréscimo de cerca de 20% em novembro, passando de R$ 189 para R$ 227. O calendário de pagamento é o mesmo do antigo Bolsa Família.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A expectativa é que com a aprovação da PEC dos Precatórios o governo possa aumentar esse valor para R$ 400 a partir de dezembro. O texto está em análise no Senado Federal. De acordo com o Plano Plurianual (PPA) 2020-2023, o Auxílio Brasil foi criado para “promover a redução da pobreza e extrema pobreza e a emancipação das famílias por meio da transferência de renda e da articulação de políticas públicas, visando a cidadania e a superação de vulnerabilidades sociais”.

Confira o calendário de pagamento de novembro de 2021:

  • NIS final 1: 17 de novembro de 2021
  • NIS final 2: 18 de novembro de 2021
  • NIS final 3: 19 de novembro de 2021
  • NIS final 4: 22 de novembro de 2021
  • NIS final 5: 23 de novembro de 2021
  • NIS final 6: 24 de novembro de 2021
  • NIS final 7: 25 de novembro de 2021
  • NIS final 8: 26 de novembro de 2021
  • NIS final 9: 29 de novembro de 2021
  • NIS final 0: 30 de novembro de 2021
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE