Política

Bolsonaro diz que o 'ideal é ficar livre da Petrobras'

Segundo o presidente, ele não tem poder para interferir na Petrobras, responsável pelos constantes aumento no preço dos combustíveis

Pâmela Lima

Há 79 dias


O presidente Jair Bolsonaro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Desabafo - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse no último sábado (6/11) que não tem como interferir na Petrobras para reduzir o preço dos combustíveis. Ele reclamou de ser apontado como o culpado pela disparada no preço da gasolina e do álcool.

Bolsonaro voltou a defender a privatização da estatal. “Quando o preço aumenta nos Estados Unidos culpam o Joe Biden ou Trump, aqui culpam a mim. Eu não tenho como interferir no preço da Petrobras. Se eu interferir, vou responder por crime, eu e o presidente da Petrobras. A gente quer resolver o problema, mas não queremos o problema pra nós também. O ideal é ficar livre da Petrobras, privatizá-la para muitas empresas”, disse Bolsonaro em entrevista à Jovem Pan Curitiba.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O reajuste mais recente nos custos da gasolina e do diesel vendidos às distribuidoras ocorreu no final de outubro, quando o preço aumentou 7,04% e 9,15%, respectivamente, conforme dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA). “Não tem como fazer milagre, é uma linha de transmissão essa questão. Inclusive, a Petrobras já fala de um novo reajuste, não vou omitir informações, é uma realidade o que está acontecendo”, alertou o presidente.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MAIS LIDAS

PUBLICIDADE