PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Notícias

Reação

Após troca no comando da Petrobras, dólar dispara e chega a R$5,52

Bolsonaro indicou o general Joaquim Silva e Luna para a presidência da Petrobras; o militar assumirá o lugar do economista Roberto Castello Branco

Pâmela Lima

22/02/2021 17h00


O mercado não reagiu bem ao anúncio do presidente Jair Bolsonaro, realizado na noite de sexta-feira (19), sobre a troca no comando da Petrobras. O dólar disparou nesta segunda-feira (22) e subiu 2,2,33% pela manhã, sendo negociado a R$ 5,5127. Na máxima, ele atingiu R$ 5,5327.

Na parcial do mês, a moeda americana registrou queda de 1,52%. Os recibos das ações da Petrobras recuaram 16,92% na Bolsa de Nova York. As ações preferenciais da Petrobras recuaram mais de 6% na Bovespa, enquanto as ordinárias despencaram 7,50%.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A avaliação dos especialistas é que o governo usando a estatal para interferir nos preços dos combustíveis, o que gera distorção no mercado. O presidente indicou o general Joaquim Silva e Luna para o posto até então ocupado pelo economista Roberto Castello Branco. A mudança na presidência da Petrobras depende do aval do Conselho de Administração da Petrobras. Bolsonaro justificou a mudança dizendo que é preciso “trocar as peças que porventura não estejam funcionando” e prometeu novas mudanças para esta semana.

A desconfiança aumenta sobre a capacidade fiscal do país de manter o Auxílio emergencial, que será retomado em março para cerca de metade dos beneficiários pelo programa no ano passado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tags

Relacionadas


PUBLICIDADE